FITCORP - Assessoria Esportiva

A Importância da Ginástica Laboral na Prevenção de LER/DORT

Sua empresa se preocupa com a saúde e o bem-estar de seus funcionários?
 
Quais ações sua organização têm colocado em prática pensando na construção de um espaço de trabalho mais seguro, agradável e feliz?
 
Fomentar este tipo de discussão e reflexão no ambiente corporativo é o primeiro passo para conquistar mais produtividade, engajamento e fidelização de equipes profissionais.

Uma prática que vem crescendo bastante dentro das empresas modernas é a introdução da ginástica laboral na rotina dos funcionários. O investimento traz diversos benefícios, inclusive para o desempenho financeiro dos negócios. Cuidar do capital humano da empresa é essencial para o sucesso de toda organização e, com a ginástica laboral, as corporações conseguem aliviar sobrecargas físicas e emocionais na rotina de seus funcionários.

A prática estimula a qualidade de vida e a saúde no trabalho, além de prevenir doenças que são típicas do ambiente ocupacional, como, por exemplo, os casos de LER (Lesão por Esforço Repetitivo) e DORT (Distúrbio Osteomuscular Relacionado ao Trabalho).

Ao implantar um programa de saúde ocupacional e qualidade de vida, com a prática regular de ginástica laboral, as empresas reduzem os riscos de doenças ocupacionais e evitam que as síndromes que afetam membros superiores, dedos, músculos e articulações causem afastamentos de profissionais e aumento do absenteísmo.
 
Entenda a Relação do Trabalho com as Doenças de LER/DORT

Muitos trabalhadores desempenham cotidianamente funções repetitivas, que utilizam as mesmas estruturas corporais, exigem movimentos frequentes dos membros superiores e inferiores ou que mantêm os colaboradores na mesma posição por longos períodos.

Com o passar dos anos, diversos sintomas surgem em decorrência deste tipo de cenário profissional, com destaque para dores crônicas, dificuldade de movimentação, fadiga muscular, redução da mobilidade, formigamentos, entre outros quadros.

No longo prazo, o acúmulo dos danos causados pelos movimentos repetitivos leva a lesões que têm o potencial de serem graves e incapacitantes, prejudicando o trabalhador e causando seu afastamento frequente ou permanente do trabalho.

Entre as doenças mais comuns, desenvolvidas dentro do ambiente ocupacional, estão:

• Tendinite;
• Bursite;
• Síndrome do túnel do carpo;
• Mialgias;
• Dedo em gatilho;
• Problemas musculares, nos tendões e nervos;
• Inflamações;
• Entre outras.

As condições do próprio ambiente de trabalho levam ao surgimento dessas doenças. Muitas vezes, os trabalhadores são expostos a situações em que precisam utilizar muita força, praticar esforços repetitivos, além de aguentarem sobrecargas, vibrações e estresse físico.

Escritórios e áreas produtivas sem ergonomia e com equipamentos inadequados também podem causar problemas à postura, principalmente para colaboradores que atuam em linhas de produção, na construção civil e em baias de computadores e telemarketing.

A melhor maneira de prevenir as doenças e garantir saúde ocupacional para todos é investindo em programas de qualidade de vida. O setor de recursos humanos é o responsável por apresentar este tipo de proposta aos trabalhadores, reforçando sempre a importância que as atividades físicas têm para a conquista de mais saúde, disposição, bem-estar e longevidade.
 
 
Como Preparar um Ambiente de Trabalho Saudável e Seguro?

Duas medidas importantes devem ser adotadas pelas empresas que realmente se preocupam com seus colaboradores: fazer a melhoria ergonômica dos ambientes de trabalho e oferecer práticas saudáveis para as equipes, como pausas para alongamentos, ginástica laboral e blitz postural.

Essas medidas são muito úteis na prevenção de LER e DORT, além de ajudarem a conscientizar os trabalhadores sobre os benefícios dos exercícios físicos. As orientações para as equipes precisam ser frequentes, com palestras, treinamentos e outros eventos que tratem de ergonomia, saúde e segurança no trabalho.

Com a implantação da Ginástica Laboral, feita com o suporte de uma assessoria esportiva especializada, as empresas conseguem:

• Prevenir doenças ocupacionais como LER/DORT;
• Evitar que os funcionários fiquem sedentários;
• Promover saúde e conscientização sobre a importância das práticas esportivas;
• Evitar prejuízos à saúde dos trabalhadores;
• Aumentar a produtividade das equipes;
• Reter talentos;
• Reduzir taxas de afastamentos, faltas e aposentadorias por invalidez.

A Ginástica Laboral é um investimento com excelente retorno para as empresas. Além de humanizar o ambiente de trabalho, a prática também oferece um momento de descontração e relaxamento para os trabalhadores, que ficam satisfeitos, mais engajados e felizes no trabalho.
 
  
Como é a Prática da Ginástica Laboral?

A ginástica laboral tem um impacto mínimo na rotina das equipes. Bastam de 10 a 15 minutos por dia de atividades para que o sistema musculoesquelético dos funcionários fique mais fortalecido, prevenindo lesões. Os exercícios também melhoram aspectos emocionais, fisiológicos e físicos, garantindo ao trabalhador mais flexibilidade e postura.

Outro ponto positivo da ginástica laboral é que ela acaba sendo um momento de alívio do estresse. Sendo assim, é uma medida que relaxa, alonga e aprimora a capacidade física e funcional do colaborador.
 
Conte com um Parceiro Experiente e Qualificado!

Deseja levar a prática da ginástica laboral para dentro da sua empresa em São Paulo?
Então, conheça os serviços oferecidos pela FitCorp Assessoria Esportiva! Entre em contato conosco e saiba mais!

 
Vamos conversar?

Fale com a gente direto pelo WhatsApp ou Contato e saiba mais!

Leia também nosso artigo e Descubra Como Reduzir o Índice de Absenteísmo nas Organizações!

Por: Fitcorp Assessoria Esportiva | 17/07/2019

Treino Funcional no Ibirapuera

Inscreva-se

Aula Teste Grátis

Orçamento Personalizado

Solicitar